Destói-se, desmata-se, polui-se.
E se quer viver bem, na beira do mar- que fora poluido;
quer viver no meio do mato - que ele desmatou;

Depois, a Terra vem tomar o que é dela sem se preocupar com o que se tem pela fente e ainda reclamam.

E eu sempre achei que audácia tinha limite

Um comentário:

  1. Para o ser humano, tratando-se de caráter, sentimentos... nada tem limite.

    ResponderExcluir